Espaço Educador Sustentável do CEEEA Sesquicentenário

Espaço Educador Sustentável do CEEEA Sesquicentenário

Concluído

Membros Envolvidos: 15

Pessoas Impactadas Diretamente: 800

Pessoas Impactadas Indiretamente: 3200

Eixo Temático

Infraestrutura e Assistência Básica

Educacao e Vida na Agua

Público Alvo

Alunos, Professores e Funcionários do CEEEA Sesquicentenário.

Coordenação

  • Thiago Maia Vasconcelos Tavares

Membros Participantes

  • Thiago Maia Vasconcelos Tavares
  • Felipe Alves de Oliveira Soares
  • Alex Backer
  • Bruno Ramalho Pinto

Localização

Centro Estadual Experimental De Ensino e Aprendizagem Sesquicentenário (João Pessoa-PB)

Objetivo Geral

Implementar um espaço educador sustentável a partir de práticas integrativas da permacultura e de tecnologias sociais.

Objetivos Específicos

  • Implementar um pátio de compostagem.
  • Implementar uma horta comunitária.
  • Promover a recuperação ambiental da área degradada.
  • Promover a formação cidadã e comunitária de todos os envolvidos
  • Empoderar os participantes em tecnologias sociais

Período de Realização

20/08/2018 à 22/02/2019

Descrição

O Espaço Educador Sustentável do CEEEA Sesquicentenário foi o primeiro projeto desenvolvido e executado no âmbito do programa “Espaço Educador Sustentável”, motivado pela existência de espaços ociosos na escola e pela necessidade de ampliação de uma proposta pedagógica do Projeto de Intervenção Pedagógica “Saúde Um Desafio Como Bem Social e Emocional”. Realizado por intermédio da Rede Nossas Hortas, união de três Instituições de João Pessoa (Núcleo João Pessoa do ESF, Instituto ECCUS e Coletivo Terra Viva), que desde janeiro de 2018, elabora e executa propostas educativas e sustentáveis no município, o Espaço Educador Sustentável do CEEEA Sesquicentenário contempla uma horta comunitária, pátio de compostagem, jardim sensorial e a recuperação da área degradada, realizada a partir da ocupação permacultural do espaço. Todo o projeto foi desenvolvido ao longo de sete meses, período em que foi realizado o planejamento junto ao corpo docente da escola e aos parceiros; a sensibilização da comunidade escolar através de reuniões, exibição de filmes e atividades que despertassem o interesse de todos; realizadas oficinas para a produção de materiais , minhocários, plantio e transporte de mudas, manutenção da horta, entre outras; e, por fim a implantação do espaço em um mutirão com parceiros e a comunidade escolar. Como resultados desse projeto, além da transformação de um espaço ocioso em um espaço próprio para o ensino da educação ambiental, houve o empoderamento dos participantes com tecnologias sociais que podem ser replicadas em suas casas ou em outros espaços coletivos e o fortalecimento do sentimento de pertencimento e da coletividade.

Complexidade

Tempo: 4 – de 6 a 9 meses
Técnico: 4 – requer pessoal especializado no planejamento, detalhamento e execução
Custo: 4 – de R$ 500,00 a R$ 2.500,00

Orçamento

R$ 5.000,00

Parcerias

  • Instituto ECCUS
  • Terra Viva
^
topo